Natal em abril: como aproveitar durante o mês?

Natal, no Rio Grande do Norte, tem um dos litorais mais bonitos do Brasil. Chegar até lá é relativamente fácil, seja por via aérea, seja de carro. Mas o que fazer em Natal em abril?

Afinal, a cidade também tem pouca variação de temperatura ao longo do ano, o que a torna um destino interessante não importa qual seja o seu período de férias.

Mas, claro, há algumas peculiaridades para cada época, e hoje vamos falar sobre Natal em abril.

De antemão, vale dizer que se você for a Natal em abril deve se preparar para pegar alguns dias de chuva. Nada que vá invalidar sua viagem, mas tenha em mente que dificilmente será um período para ser curtir a praia o dia todo e todos os dias da semana.

Ainda assim, vale muito a viagem! A cidade oferece uma série de atrações, e quem viaja em abril foge dos preços – e do movimento – da alta temporada. É possível visitar uma série de pontos turísticos, fazer passeios de buggy e, claro, aproveitar as belezas naturais.

Guia completo para transformar sua viagem para Natal em um sonho inesquecível

Apenas R$17

Clima na cidade

Segunda menor capital brasileira em tamanho territorial, mas a sexta em densidade demográfica, Natal tem em média 300 dias de sol no ano. A notícia não tão promissora é que o mês de abril costuma ser um dos mais chuvosos.

Isso não quer dizer, contudo, que vá chover todos os dias. Ao contrário, é possível que se tenha vários dias seguidos de sol mesmo nessa época. Assim, a única maneira de se ter certeza é dando uma olhadinha na previsão do tempo uns dias antes de viajar.

Outra boa notícia para quem viaja à capital potiguar em abril é que encontrará nesse mês praticamente a mesma temperatura que encontraria em qualquer outro.

Sim, a variação de temperatura ao longo do ano é mínima. Na média, faz entre 27°C e 30°C. Nos dias mais frios, a temperatura pode cair um pouco mais, mas raramente baixa dos 22°C.

E como aproveitar Natal em abril?

Responder a essa pergunta passa muito por entender qual é o seu espírito de viajante. Isso porque, como iremos mostrar a seguir, há opções para quem é mais aventureiro, para quem é mais tranquilo, para quem viaja sozinho, para quem vai a dois, e também para toda a família.

O que não pode faltar no roteiro, não importa quantos estão com você, claro, é uma ida às praias.

Há inúmeras delas, mas aqui vai uma primeira dica: não tente visitar todas. A menos que você decida ficar por lá mais de uma semana, querer ir de uma parte a outra fará com que você aproveite muito pouco de um dos principais atrativos de Natal, que são suas praias.

Assim, vale muito mais a pena escolher uma delas e aproveitá-la ao máximo. E para ajudá-lo a decidir, vamos abordar agora as principais.

Praia de Ponta Negra

natal em abril - praia de ponta negra
Créditos de Imagem: Grace Abelha (TripAdvisor)

Essa é a praia mais famosa de Natal, uma das mais badaladas e também a que tem a preferência dos viajantes. E os motivos são os mais diversos.

Um deles é que é em Ponta Negra que fica a maior parte da rede hoteleira. E quem se hospeda nessa região consegue fazer boa parte das coisas a pé – o que rende uma economia considerável, principalmente se você considerar o custo dos passeios guiados.

Na Praia de Ponte Negra há muitos bares, sorveterias, lojas e comércio em geral. Quem curte comer um petisco de frente para o mar terá por lá diversas opções e com preços mais acessíveis.

O principal cartão postal de Natal, o Morro do Careca, também fica nesta região. Trata-se de uma duna coberta de vegetação e com mais de 100 metros de altura!

A praia em si também é bonita. Portanto, quem se hospeda nessa parte da cidade já fica com a vantagem de poder aproveitar a praia a pé – e, assim, ganha tempo para conhecer outros pontos.

É preciso apenas se informar com os moradores de lá sobre o movimento da maré, porque nos horários que ela sobe, não há como ficar na areia.

Praia dos Artistas

natal em abril - praia dos artistas
Créditos de Imagem: AnaMarotta (TripAdvisor)

Localizada a poucos minutos do centro de Natal, é outra faixa de areia muito popular de Natal.

Além da boa localização, trata-se de uma praia com mar cristalino e que agrada a todo mundo, dos surfistas aos turistas mais tranquilos. Quem optar por dar um mergulho, contudo, precisa ter cuidado: há muitas pedras sob a água.

Para quem quer descanso, há uma parte da praia com uma maior faixa de areia e muitos coqueiros. Não há muitos quiosques ou barracas, e por isso a circulação de pessoas é menor.

Outra parte da Praia dos Artistas, porém, é o oposto – e mesmo para quem fora a Natal em abril encontrará muita badalação. Há bares e danceterias que fazem a noite dessa região uma das mais animadas da cidade.

A Praia dos Artistas também é uma boa região para se comprar lembranças de Natal. É lá que fica o Centro de Artesanato da Praia dos Artistas. A feirinha reúne diversos artigos produzidos pelos moradores e com preços acessíveis.

Maracajaú e Caraúbas

natal em abril - maracajau
Créditos de Imagem: Gerência (TripAdvisor)

Apesar de ficarem a mais de 60 quilômetros de Natal, as praias de Maracajaú e Caraúbas entram no nosso guia porque tradicionalmente fazem parte do roteiro de quem vai a Natal.

O grande atrativo são as piscinas naturais dos Parrachos de Maracajaú. Mar calmo e cristalino, tem uma formação de corais linda.

Para chegar às piscinas naturais de Maracajaú, é preciso pegar um barco ou uma lancha – informe-se dos horários, porque quando a maré sobe o serviço é suspenso. Os preços também variam de acordo com a época do ano.

Próximo a Maracajaú fica a praia de Caraúbas. Aqui há muita areia e pouca sombra, então leve o filtro solar. O local é super tranquilo, mas não tem muitas opções para alimentação.

Praia da Pipa

natal em abril - praia da pipa
Créditos de Imagem: Luiz_Moreira (TripAdvisor)

A Praia da Pipa fica a 1h30 de carro de Natal, mas também é um dos destinos mais procurados por quem viaja à capital do Rio Grande do Norte. Há atrações para o dia e para a noite.

Além da beleza da praia, os passeios de buggy ou quadriciclo, e de barco, lancha ou caiaque, são opções para os turistas. Outro grande atrativo é ver golfinhos em seu habitat: a Baía dos Golfinhos fica lá, entre a Pipa e a Praia do Madeiro.

A noite da Praia da Pipa também é bastante agitada.

Afinal, há muitos bares e restaurantes, o que tornou o lugar um destino certo para quem vai a Natal em busca de badalação. É preciso se atentar, contudo, para as restrições impostas pela pandemia.

Pontos turísticos

natal em abril - dunas
Créditos de Imagem: Marcio F (TripAdvisor)

Natal em abril, assim como em qualquer outra parte do ano, merece incluir no roteiro a visita a alguns pontos turísticos. Mesmo os mais pitorescos.

Um deles fica a 12 quilômetros de Natal, na praia de Pirangi do Norte. É lá que fica o maior cajueiro do mundo.

Conhecido como o Cajueiro de Pirangi, a árvore tem um perímetro de nada menos do que 500 metros, o que equivale a 70 cajueiros! Esse número superlativo também é visto em sua produção: ultrapassa 70 mil cajus na safra.

Acredita-se que um pescador de nome Luís Inácio de Oliveira plantou esse cajueiro no fim do século 19. Seu crescimento totalmente anômalo se deve a duas “falhas” genéticas.

A primeira: os galhos crescem para os lados, e não para cima, e com o peso acabam tocando o solo. Daí vem o segundo: ao tocar o solo, criam novas raízes e voltam a crescer.

Além desse capricho da natureza, há outros pontos a se visitar em Natal.

O Forte dos Reis Magos é um deles. Construído no século 16, é o marco inicial da cidade. E Natal começou por lá devido a sua localização, sobre a praia. Por isso, o local também é um ótimo ponto pra contemplar o mar.

É nesse mesmo lugar que é possível fazer um dos esportes mais característicos de Natal: o windsurf. Isso porque se o mar agitado da Praia do Forte não é dos mais convidativos para o banho, ele é ótimo para a prática da modalidade.

Passeios de buggy

natal em abril - passeiso de buggy
Créditos de Imagem: Rosanela S B Lara (TripAdvisor)

Você vai gastar uma graninha, mas o passeio de buggy é a principal atração para quem vai a Natal. Há diversas empresas que oferecem o serviço. A dica é pedir sugestões no hotel onde você ficar ou pesquisar bem previamente – algumas empresas oferecem pacotes e preços diferenciados para quem agenda com antecedência.

Se você for sozinho, há opções de passeios em serviços compartilhados. Se estiver com a família ou amigos, aí a dica é alugar um buggy para fazer o passeio exclusivo.

Os passeios de buggy contam com motoristas próprios – que todos chamam de bugueiros.

De fato, eles conhecem muito bem a região e sabem explorar ao máximo os melhores lugares. Por isso, antes de embarcar um bugueiro já irá querer saber: você quer o passeio com emoção ou sem emoção. E é óbvio que só há uma resposta possível…

As empresas normalmente oferecem passeios de buggy com os roteiros pré-definidos. O mais completo deles inclui passagem por nove praias. Uma delas é a de de Genipabu, onde é possível ver os dromedários.

Além das praias, o roteiro de buggy atravessa ainda quatro parques com dunas e três lagoas naturais. Há paradas nos locais para fotos, mergulhos ou o que mais se quiser fazer.

Se você preferir, é possível também fazer um passeio personalizado, escolhendo apenas os locais de sua preferência – e assim ficar mais tempo desfrutando deles.

Os passeios de buggy duram em média de seis a sete horas. Eles iniciam sempre pela manhã, e o bugueiro vai buscar o turista diretamente no hotel – e o deixa também na volta.

Os preços variam conforme a época do ano, e para quem vai a Natal em abril costuma encontrar os melhores preços.

Uma coisa, contudo, nunca muda: não deixe de levar óculos de sol, boné e protetor solar!

E se chover?

Se chover, é provável que a praia e os passeios de buggy tenham de esperar, mas ainda assim há opções de lazer que passam longe do quarto do hotel ou um passeio pelos centros de compra.

Uma das mais animadas é ir dançar um forró!

Mesmo quem nunca foi conhecido por ser um pé de valsa poderá aproveitar. Há diversos locais que ensinam a dançar forró, e um dos mais conhecidos é o Forró com Turista. Ele acontece no Centro de Turismo.

Mais uma vez, vale a pena entrar em contato para saber como está o funcionamento devido à pandemia.

Outra atração para dias de chuva nós já citamos: o Centro de Artesanato. Além das inúmeras opções de presentes, você também poderá se deliciar com diversas comidas da culinária local.

Infraestrutura hoteleira

A rede hoteleira de Natal é bastante diversificada, e basicamente ela se concentra em três regiões. Cada uma delas tem seu custo-benefício, então é importante você ver qual se encaixa melhor para os seus planos.

Como citamos anteriormente, uma das melhores opções para hospedagem fica na região da Praia de Ponta Negra. Isso porque, para além da própria praia, a área permite que se faça muitas coisas a pé – e isso é ótimo para quem vai a turismo.

Em Ponta Negra há opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos.

Pode-se reservar quartos em hotéis de alto padrão, pousadas ou até mesmo apartamentos equipados. Os hotéis ficam em duas áreas diferentes do bairro.

Se você optar por um junto à praia, irá encontrar construções menores e, em muitos casos, mais antigas. Os hotéis mais modernos ficam a poucas quadras do mar.

Se quiser economizar, em Natal a região com hotéis mais em conta é da Praia dos Artistas. No passado, essa era uma área muito buscada pelos turistas, mas hoje em dia perdeu um pouco do interesse por não ser tão badalada. A vantagem é o preço da hospedagem.

Outra região muito conhecida é a Via Costeira, mas aqui é preciso ponderar bem o custo-benefício. Trata-se talvez da melhor opção para quem vai a Natal em abril com a família, visto que possui hotéis de grande porte e com ampla infraestrutura. O problema é a localização: não é possível fazer nada a pé.

Gostou do conteúdo? Quer conhecer mais dicas de viagens a Natal? Acesse o Mala Pronta Natal! Boa viagem!

Não Transforme sua Viagem para Natal em um Pesadelo...

Guia Infalível sobre Natal com dicas de hotéis, restaurantes e todos os pontos turísticos.

Monte um Roteiro Perfeito para Natal em Apenas 60 Minutos - por apenas 17 reais